domingo, 11 de outubro de 2009

Natal paraora

O que move dois milhões de pessoas a seguirem uma pequena imagem de uma igreja a outra na cidade de Belém do Pará?






Devoção? Esperança? Fé?







Talvez um pouco de cada.







O fato é que estima-se que dois milhões de pessoas fizeram isso hoje, independente do que as move.

O Círio de Nazaré é uma das festas mais linda que eu já vi. Não é porque é na minha cidade, que eu amo de paixão, nem porque o almoço do domingo do Círio é composto por pato no tucupí e maniçoba, que eu adoro. O Círio é uma festa linda porque as pessoas deixam de ter classe social, cor, interesses... São apenas pessoas movidas pela crença em algo maior do que qualquer coisa, são todos iguais diante dos olhos da Mãe de Cristo. Cristo que veio até a Terra ensinar verdadeiras lições de amor. Tenho certeza de que se eu fosse turistas, amaria essa festa e essa cidade à primeira vista.
Além do mais, a cidade fica mais especial no mês de outubro: ela tem cheiro de maniçoba, sons de fogos de artifícios, um colorido todo especial das fitinhas da santa, um calor especial e sabor delicioso de jambú.
Ah, sei que o domingo já tá quase no fim, mas nunca é tarde para desejar que Nossa Senhora de Nazaré ilumine cada um de nós.
p.s.: quero deixar bem claro meu 'muito obrigada' pro carinha do exército que me deu uma barrinha de cereal de mel, hoje, depois da missa, quando eu ja estava umas três horas sem comer!













7 comentários:

Manoel Freire disse...

http://manoelfreire.blogspot.com/2009/10/tem-coisas-que-nao-se-pode-explicar.html

Fernandz disse...

A fé realmente é um aparato lindo. Acho que ela une as pessoas, sem distinguir ninguém.


(In)felizmente, ela não me comove. Fria demais? Não. Simplesmente não acredito em nada divino.
Ciência demais na minha cabeça? Talvez.



Te amo.

Daniela Yoko Taminato disse...

faith... deve ser linda mesmo essa festa!

Carlos disse...

Realmente, o círio é uma das festividades mais lindas do mundo.

Embora eu não tenha muita coragem de ir para o meio da procissão e tal.

O círio, é como dizem, é o Natal dos paraenses.

Pelo menos na minha família ele sempre é muito importante.

A gente tá mais junto no círio do que no Natal.

Mariah Figueiredo disse...

Eu já não atribuo nenhuma divindade a Maria, não concordo com o Círio, mas respeito =)

Lury Sampaio disse...

É com certeza o círio é nosso natal, talvez mais importante do que o próprio, acho o natal tão sem graça.
Em relação ao círio é quase impossível não se comover com a fé, com tudo...

Larissa F. disse...

Que lindo, menina! Também já postei ano passado sobre o Círio, com fotos que eu fiz. Natal paraense sem presente material, só espiritual, né? É ótimo, mesmo!