sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A tal da Amazônia

"Temos que preservar a Amazônia, pois ela é considerada a maior reserva de vida existente no Planeta. Milhares de espécies ainde nem foram descobertas pelos seres humanos e com o avanço do capital sobre a florestas pode ser que nunca se saiba a quantidade exata de vida existente na floresta. "
Tirei esse trecho da minha apostila de Geografia e acho que ele resume bem o porquê de preservar a Amazônia.

4 comentários:

Mah disse...

Ah, queria agradecer de coração aos parabéns que eu recebi no último post!Muito obrigada,mesmo!

Uriel Pinho disse...

Realmente Mayara, é um ótimo motivo. Um dos muitos motivos possíveis para que nós defendamos esse patrimônio. Acho que o mais importante é perceber que existem muitos motivos, assim como existem várias amazônias (urbana, rural, indigena, ribeirinha...); perceber que cada dinâmica é uma dinâmica. Ajuda a reconhecer certas mistificações que alguns fazem, querendo jogar cortina de fumaça em cima da discussão, dificultando que a gente faça o que deve fazer.

PS. Pows, tentei de todas as maneiras me lembrar se tinha te desejado feliz anivesário ou não. Mas, no final, não conseguir ter certeza de nada, o que me leva a crer que aconteceu algo que sempre acontece comigo: penso tanto em fazer em algo, que é como se já tivesse feito (uma prova do meu egocentrismo, "Uriel pensa algo, algo é"). Sendo assim, Feliz aniversário de quase 18 anos e um mês e saiba que já estou a preparar sua semana do calouro (as duas xD)
Beijo!

Larissa F. disse...

A bandeira do Brasil também deveria ter só um pouquinho de ouro: os portugueses... Pois é...
O azul, virou cinza.
E ORDEM E PROGRESSO?
O lema positivista é palhaçada pra gente!


O pior é que ainda amo esse país.
Putz.

Shelha disse...

e eu queria tanto fazer alguma coisa por ela tbm, mas eu simplesmente sou muito obtusa e não gosto de abraçar árvore [prontofalei]

Ah, minha mãe soh falta ter uma embolia quando me vê com um fone, mesmo quando eu não tô a fim de ouvir ela cantando Ivan Lins.